Notícias

início / Notícias

Dicas para melhor utilização da colheitadeira

Dicas para melhor utilização da colheitadeira

Atualmente, o agrocomércio corresponde a 23,5% do PIB brasileiro e é o terceiro maior exportador de alimentos do mundo.

Com um novo governo federal que tem o estímulo ao agronegócio como uma de suas metas e também com a abertura do comércio para novos países, como a Coreia do Sul, Canadá e México, as expectativas para o agronegócio em 2019 são altas.

A previsão divulgada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra de grãos em 2019 é de uma colheita que deve atingir entre 233,7 e 238,3 milhões de toneladas - um aumento entre 2,5% e 4,5% em relação a 2018.

Essas condições indicam a necessidade de investimento em logística e infraestrutura. Pensando nisso, a Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA) realizou uma pesquisa sobre os hábitos do produtor rural, em que ficou aponto que 34,14% dos produtores pretende adquirir novas máquinas esse ano.

Portanto, aqui apresentamos aqui boas práticas para a melhor utilização do maquinário de safra, aumentando assim as chances de atingir - ou até superar - a projeção de 2019. Confira!

Cuidado com a maior potencial de perdas

A plataforma de corte é a seção da colheitadeira que muitas vezes pode apresentar o maior potencial de perdas.

Portanto, mantenha uma boa regulagem, que esteja de acordo com o tipo de cultura, a condição do solo e a velocidade da colheita.

As colheitadeiras que com a plataforma Draper possuem esteiras de transporte no lugar do caracol, tratando o grão colhido com maior delicadeza. Dessa maneira, preservam a qualidade do material colhido, favorecendo a produtividade.


Use o piloto automático

A colheita é um processo vagaroso. Dependendo da área da colheita, pode-se levar alguns dias até percorrer todo o campo. 

As colheitadeiras operam em velocidade consideradas baixas. São máquinas grandes e robustas, que possuem o piloto automático que deve ser usado como aliado. 

Com a utilização dessa ferramenta, o agricultor pode preservar suas energias e focar a atenção nas decisões estratégicas ao invés da condução da máquina. 

Considerando-se uma colheita longa e cansativa, será difícil estar 100% atento durante toda a colheita e assim o piloto automático garante uma maior segurança e eficiência na condução do maquinário.


Manutenção pós safra 

Ao terminar a safra, realize a manutenção preventiva, limpeza e lubrificação das peças antes de guardar o equipamento. 

Normalmente uma colheitadeira fica parada por longos períodos de tempo e o cuidado antes de guardar aumentar a vida útil e evita imprevistos na colheita seguinte. Mantê-la limpa irá proteger contra a ação e agentes externos. 

De uma maneira geral, conhecer bem a máquina permite saber quando realizar a manutenção preventiva, trocando as peças desgastadas antes que a colheitadeira pare de funcionar e prejudique a safra.

Tenha atenção em todo o processo

Uma colheitadeira com a manutenção em dia ajuda a otimizar o trabalho no campo, porém ela só não faz milagres.

Uma boa colheita depende de todas as etapas do processos feitas de maneira correta. O tratamento do solo, a qualidade das sementes e a aplicação de defensivos agrícolas são algumas práticas que ajudam a garantir uma safra mais produtiva. 

A uniformidade na distribuição da palha após a colheita influi diretamente no plantio seguinte, pois é capaz de ter uma maior retenção de matéria orgânica no solo, mantendo-o mais úmido e produtivo para a próxima safra. 

Mesmo com todos os cuidados, depois de um certo tempo a colheitadeira precisará de manutenção e troca de peças.

A MCL produz linhas completas de peças de alta qualidade para diversas marcas, garantindo o amparo ao produtor quando este necessita.
Confira nossa linha de produtos completa!