Notícias

início / Notícias

As melhores opções para uma colheita eficiente

As melhores opções para uma colheita eficiente

A perda de grãos, seja qualitativa ou quantitativamente, têm causado preocupação e despertado interesse na busca da minimização do problema. Grande parte dessa perda é causada pelo funcionamento inadequado do sistema de trilha das colhedoras devido a falta de conhecimento e de alguns cuidados.

Um problema que causa muita perda é o atrito excessivo na trilha, o que causa o sobrecarregamento do sistema de limpeza (bandejão e peneiras) e exige maior força de ar sob as peneiras, desfazendo o trabalho de separação pelo peneirão (bandejão) e causando a mistura de grãos com as palhas. Como consequência, há maior perda ou quebra dos grãos.

É fundamental que o atrito na trilha seja o menor possível, evitando o acúmulo de palhas miúdas sobre as peneiras. O ideal é que a palha não quebre, ficando o mais inteira possível.

Os avanços tecnológicos e alterações no sistema de trilha da colheitadeira trouxeram grande contribuição na qualidade do produto colhido e na redução de perdas pela colhedora.

Hoje o mercado dispõe de colhedoras com sistemas de trilha nas opções radial, axial e híbridos (radial e axial). Veja mais sobre cada um. 

Radiais

No sistema radial com cilindro e côncavo transversal, a trilha acontece entre o cilindro e o côncavo através do acesso a planta cortada pela esteira. Grande parte dos grãos separados na trilha desce pelo côncavo em direção ao sistema de limpeza e a palha grande é conduzida para o saca-palhas, recebendo impacto contra o pente do côncavo.

Esse sistema tem como característica mudar a trajetória do material pela rotação do cilindro, causando dano mecânico nos grãos e retardando o fluxo da palha, o que sobrecarrega o sistema de separação e limpeza. Quando a manutenção dos componentes desse sistema e as regulagens compatíveis com as condições impostas pela cultura não são feitas de maneira correta, há comprometimento da qualidade da colheita.

É fundamental que na trilha haja condições de que no mínimo 90% dos grãos trilhados tenham acesso ao sistema de limpeza e no máximo 10% de palha. Já no sistema de saca-palhas, no máximo 10% de grãos e no mínimo 90% de palha, caso contrários, as perdas pela peneira tornam-se inevitáveis e ainda há excesso de retrilha (quebra de grãos) e a máquina pode ficar sobrecarregada. 

Também é importante observar que o fluxo do material no interior da colheitadeira não seja inferior à velocidade de deslocamento da mesma.

Axiais

Na colhedora axial, o sistema é composto por rotor e côncavo longitudinal em relação à máquina. A característica principal desse sistema é o menor tempo de permanência do material na sessão de trilha, reduzindo a quebra de grãos e perdas.

Neste sistema, a trilha e a separação ocorrem ao mesmo tempo, melhorando a qualidade do grão e diminuindo as perdas. Culturas que exigem maior qualidade na trilha, como arroz, feijão, soja e milho, apresentam maior eficácia de colheita com esse sistema.

Como o rotor e o côncavo estão situados longitudinalmente na colhedora, a saída dos grãos ocorre de maneira mais rápida, minimizando o atrito, diminuindo as quadras e havendo a separação gradativa ao longo do côncavo até o sistema de limpeza.

Híbridas

Por muito tempo as colheitadeiras radiais foram adaptadas com um rotor axial, mantendo o cilindro transversal e côncavo apenas como alimentador do sistema axial.

Nessas máquinas, era retirado os saca-palhas e colocado um rotor axial e côncavo, transformando dois sistemas em um, ou seja, trilha e separação concomitantemente.

Porém, atualmente o mercado o mercado possui colhedoras híbridas originais, nas quais o sistema de trilha é composto pelo sistema convencional ou radial que apenas alimenta o rotor axial e com côncavo longitudinal à máquina. 

Essas máquinas proporcionam melhor separação de grãos através do côncavo e também permitem a trilha de menor impacto, podendo trabalhar com menor rotação do cilindro e maior abertura do côncavo. 


Manutenção e regulagem

Independente de qual sistema é composto a colhedora, é imprescindível manter a manutenção do maquinário sempre em dia e a regulagem de acordo com o tipo de cultura a ser colhida.