Notícias

início / Notícias

Jovens continuam investindo no agronegócio

Jovens continuam investindo no agronegócio

Nos últimos anos, o agronegócio vem expandindo cada vez mais no Brasil. Representando quase 1/4 do PIB e metade das exportações, a participação dos jovens no campo tem aumentado, se opondo ao que vinha acontecendo nas últimas décadas.

A presença de jovens entre 20 e 35 anos no campo saltou de 15% para 27%, tendo uma representatividade maior que agropecuaristas de 51 a 60, que é de 21% e os acima de 60 anos, 18%. Já a idade média dos produtores rurais teve uma queda de 3,1%, chegando aos 46,5 anos.

São vários os motivos que têm causado esse aumento da participação do jovem no agronegócio. Com o avanço da tecnologia, houve um aumento de oportunidades relacionadas ao meio agropecuários. 

Hoje, o campo já não necessita mais de tanta força braçal como antigamente. Maquinários substituíram a maior parte da força de trabalho necessária, portanto o agronegócio tem necessitado de maior qualificação do que força. 

Aumentou a procura por qualificação

A falta de mão de obra qualificada sempre foi um problema para o agronegócio e agora, com o avanço da tecnologia, se mostra ainda mais importante.

Por isso, cursos relacionados ao agronegócio, como agronomia e zootecnia são cada vez mais procurados, assim como especializações e formações complementares e o campo é visto como uma área com grande potencial a ser explorado.

A nova geração também tem mudado a maneira como os negócios do campo são administrados. Há um aumento nos cargos administrativos, com uma maior visão empresarial. Questões ambientais, de bem-estar animal e tratamento do funcionário também tem ganhado destaque.

Cursos relacionados a internet também estão presentes no agronegócio. O censo agropecuário de 2017 mostrou que o acesso a internet nos estabelecimentos agropecuários cresceu 1.790%, aumentando também a oferta de soluções que facilitam a vida do produtor, como startups agropecuárias.

Outra motivação dos jovens no campo é o orgulho de dar continuidade ao legado da família. Muitas famílias têm incentivados seus filhos a buscarem conhecimento relacionado ao agronegócio, para poderem expandir os serviços da família. 

Pensando nisso, cursos de empreendedorismo rural estão sendo inicializados, com o objetivo de profissionalizar o jovem no campo e diversificar o conhecimento na área. 


A importância do agronegócio

Além de grande importância nas exportações e no PIB brasileiro, o agronegócio também se mostra uma grande fonte de emprego, inclusive na população mais jovem, com cerca de 8 milhões de jovens empregados.

Também tem grande expressividade na tecnologia e pesquisa científica, com a criação de startups, aplicativos e maquinários para melhorar a produção, além de pesquisas agrícolas e pecuárias, como o melhoramento genético.

Com isso, podemos ver como o agronegócio possui uma expressividade diversificada, sendo uma das áreas mais importantes para a evolução e crescimento do país.